Vega Sport Performance Protein: uma proteina de origem vegetal


Review do suplemento Vega Sport Protein, uma proteína vegetariana

A busca por suplementos, por em que lactoovovegetariano, vegetariano, vegan ou quaisquer outras subclasses do que popularmente conhecemos como vegetarianos, torna-se muitas vezes complicada, visto que, tratando-se de suplementos proteicos, normalmente estamos nos referindo a proteínas de origem animal, seja desde o whey, até a proteína isolada da carne bovina, propriamente dita. Por isso, a Vega Sport, uma empresa que, particularmente, respeito muito e admiro não só seu trabalho, mas a qualidade de seus produtos, investe ano a ano na criação de suplementos alimentares a base de proteínas, a base de ácidos graxos e outros tantos, sem se quer utilizar algum tipo de derivado de animais. É o caso de Vega Sport Performance Protein, uma proteína de origem vegetal. Isso mesmo: VEGETAL!

O primeiro questionamento a se fazer é se ela realmente possui boa efetividade. A resposta é que sim. Normalmente, quando consumimos proteínas in natura de fontes vegetais, elas não apresentam boa biodisponibilidade, na medida em que, são incompletas de termos de aminoácidos, possuem uma gama menor de alguns aminoácidos e ainda inúmeros fatores anti-nutricionais. Mas, quando processadas com o intuito de se tornarem proteínas otimizadas para o uso em suplementos alimentares, o quadro pode melhorar muito. Usemos a proteína texturizada de soja. Ela apresenta pouca biodisponibilidade, apresenta isoflavonas em excesso, muitas vezes prejudicando as mulheres e ainda alguns fatores anti-nutricionais. Porém, quando a soja é processada, gerando a proteína isolada de soja, temos outra proteína, propriamente dita: Alto valor biológico, ausência quase que total de isoflavonas e fatores antinutricionais, entre outros. No caso específico de Vega Sport Performance Nutrition, a base de sua proteína não é a soja, mas, uma combinação de diversos outros alimentos:

– Proteína orgânica do arroz integral: Cru e processado para uma excelente digestibilidade, contendo inclusive fibras alimentares, com PDCAAS de valor 1, chegando quase a 96% do Whey Protein e sem adição de quaisquer compostos.

– Proteína orgânica da ervilha verde: Uma novidade inusitada! Com uma cultivação extremamente rigorosa, ele, depois de processado, consegue fornecer uma gama grande de aminoácidos, capaz, por sua riqueza em lisina, de auxiliar na conversão de gorduras armazenadas no corpo para utilização em energia e ainda é rica em clorofila.

– Proteína do linho (cânhamos): Contém todos os aminoácidos, rico em arginina, histidina e ainda, fornecendo ácidos gaxos essenciais como o ômega 3 e 6.

– Proteína da alfafa: Retirada de alfafas ainda novas, esta proteína é completa, com boa digestibilidade, rica também em clorofila, contém caroteno, vitamina E, um potente antioxidante, vitaminas do complexo B, importantes nas sínteses energéticas como co-fatores enzimáticos, rica em cálcio, magnézio e zinco, importantes na saúde do osso e também na produção endógena de testosterona.

Embalagem do produto Vega Sport Performance Protein

Aminoácidos de cadeia Ramificada (BCAAs): Os aminoácidos de cadeia ramificada ou, os conhecidos Branched Chains Amino Acids (de sigla BCAAs) são importantíssimos para a vida em geral. A L-Leucina, por exemplo, é indispensável na síntese proteica, algo que o corpo depende o tempo todo para turn over proteico.

Vega Sport Performance Protein ainda, possui enzimas digestivas como proteases, aminopeptidases e hemicelulase, que auxiliam ainda mais no processo digestivo.

Podemos assim, desta forma, obter os seguintes benefícios com o uso de Vega Sport Performance Protein: Melhora na performance do exercício, variedade proteica vegetariana, auxílio na síntese proteica, auxílio na recuperação pós-treino, suporte à fadiga e fornecimento de nutrientes funcionais.

Vega Sport Performance Protein é apresentado em embalagens de 850g e, cada porção requer 34g para fornecer 25g de proteínas, 6g de carboidratos (vindos do Cacau, no sabor chocolate) e 2g de fibras alimentares. Além disso, fornece apenas 0,6g (e 1g na de sabor chocolate) de lipídios na porção disponível nos sabores chocolate e baunilha.

Ele pode ser usado a qualquer hora do dia, inclusive no pós-treino imediato.

Vega Sport Performance Protein não é comercializado no Brasil, para comprá-lo terá de importar da maior loja de suplementos do mundo. Para comprar o produto, clique aqui.

Artigo escrito por Marcelo Sendon

Comente!