Nitro Tech: o hiperproteico classe A da MuscleTech


Review Suplemento Nitro Tech da MuscleTech

Quem nunca ouviu falar em Nitro Tech, mesmo sem saber sobre o que se trata exatamente, provavelmente JAMAIS entrou em um ginásio de musculação ou, jamais entrou em algum site relacionado a suplementos alimentares. Este suplemento hiperprotéico, criado já há alguns anos pela respeitadíssima MuscleTech, é sua proteína e, talvez produto carro chefe da marca, ao lado de NaNO Vapor, seu pré-treino mais conhecido.

Podemos dizer que Nitro Tech não é somente uma proteína, mas, um recuperador perfeito para o momento do término de seu treino. Com ingredientes finíssimos, de altíssima qualidade, pureza e categoria, a marca combina a funcionalidade da nutrição pós-treino com alguns ergogênicos naturais e nutricionais capazes de aumentar ainda mais seus ganhos. Mas, afinal, o que ela tem de tão especial?

Bem, NitroTech, em primeiro lugar é composta basicamente por whey protein isolado, tido hoje como a melhor fonte protéica após o treino, na categoria de Whey Protein (inclusive, seu uso é até mais interessante do que a própria proteína hidrolisada). Sendo assim, uma pequena parcela do produto, apenas, é de whey protein concentrado, sendo que este, ainda é ultrafiltrado, limpando-o de impurezas, gordura e lactose e fornecendo apenas alguns oligopeptídeos, a fim de melhorar ainda mais a biodisponibilidade protéica.

A pureza do produto chega a ser tanta que, ele fornece, por porção, 30g de proteínas e, apenas 1g de carboidratos (com exceção do sabor de chocolate ao leite que, possui 2g de carboidratos por porção) e 1,5g lipídios, mais provenientes da adição de saborizantes do que das próprias matérias primas que o compõe.

NitroTech possui 3g de creatina por porção. Esse peptídeo é tido hoje como um dos suplementos ergogênicos mais eficazes, uma vez que, através dele é possível o aumento da força, da hidratação celular, do controle de alguns fluídos, da melhora e estímulo na síntese protéica, na síntese acelerada de ATP, principalmente durante a atividade física, no aumento de resistência e, consequentemente nos ganhos musculares gerais. A creatina está associada hoje, inclusive a processos de perda de peso, visto que, com seu vasto auxílio ao ganho muscular, o metabolismo terá a tendência de aumentar sua taxa de consumo calórico, visto a demanda energética a qual o músculo exige, fazendo o déficit calórico, resultante também da dieta, ser ainda maior.

Embalagem do suplemento Nitro Tech

Além da creatina, outros aminoácidos que estão em grande quantidade em NitroTech é a L-Alanina (2g/porção), aminoácido mais utilizado na síntese protéica, depois da L-Leucina e aminoácido responsável também pelo aumento do uso da glicose na atividade física. A Glicina (1g/porção), auxiliando a volumização celular e a síntese de creatina e a Taurina, responsável também pelo volume celular.

O produto possui também, adição de enzimas, capazes de melhorar ainda mais sua digestão, sendo elas a papaína e a amilase, presentes em 50mg cada.

Comparado ao antigo Nitro Tech, alguns sabores, como o de banana foram tirados de jogo, entretanto, o produto ainda é apresentado nas versões de chocolate ao leite, baunilha, morango e cookies n’ cream, sendo os preferidos do público consumidor, os de chocolate e morango. Cada embalagem de 2lbs apresenta 25 porções de 36g e as de 4lbs, 50 porções da mesma quantidade.

Caso queira um bom produto, com preço justo e entrega um pouco demorada, tem a opção de importar da maior loja de suplementos do mundo, clicando aqui.

Fórmula completa do suplemento Nitro Tech:

Fórmula completa do suplemento Nitro Tech da MuscleTech

E então, o que espera para obter o máximo de um hiperproteico?

Artigo escrito por Marcelo Sendon

Comentários fechados.

Os comentários para este post foram encerrados.