ATP: suplemento que promete aumentar seu nível de adenosina trifosfato


Review suplemento ATP da Image Sports

Um nome típico para um suplemento que realmente está intimamente ligado com a sigla “ATP”, dentro da bioquímica. ATP, elaborado pela Image Sports é um suplemento o qual promete aumentar seus níveis de adenosina trifosfato, ou o famoso “ATP”, conhecido como a “moeda energética do corpo humano”, ou seja, composto importantíssimo para o principal fornecimento energético do corpo, favorecendo assim todos os processos dependentes deste, desde os mais simples, aos mais complexos. Sua importância é tão grande e tão evidente que, praticamente todos os processos, em alguma de suas fases, envolvem algo ligado ao consumo ou a síntese de ATP.

Portanto, considere essa nova sacada da Image Sports como um de seus melhores auxiliares nos treinamentos!

Mas, será que é possível, de fato otimizar tanto assim as sínteses da “moeda energética”? Teoricamente, até digamos que sim, mas, em situações fisiológicas, como as do próprio treinamento, isso se torna-se não tão viável, uma vez que o consumo normalmente é maior que a produção e, mais rápido também, causando um dos desequilíbrios entre consumo X produção. E, esse fator é tão relevante que, este é um dos principais motivos pelos quais entramos em fadiga muscular. Mas, com ATP tudo fica mais fácil…

O suplemento conta com um blend energético ímpar. Fornecendo primordialmente a creatina, peptídeo de singular importância nos processos de síntese de ATP e, em sua maior e mais rápida ressíntese. Quando consumimos uma molécula de ATP, na verdade, quando ela é hidrolisada, um de seus grupos fosfato é perdido, ou seja, de três fosfatos, ela passa a ter dois. Mais adiante, por conseguinte, um, tornando-se respectivamente adenosina difosfato e adenosina monofosfato. Em suma e, de uma maneira rápida, a creatina é a responsável por doar um fosfato para a molécula de adenosina, ainda na fase difosfato, possibilitando sua ressíntese em adenosina trifosfato, efetivamente ativa nos processos energéticos.

Embalagem do suplemento ATP

Entretanto, sabe-se que alguns fatores podem contribuir para uma melhor absorção de creatina, quando ingerida via suplementação, além, claro, de outros favorecerem sua síntese endógena. Neste segundo caso, aminoácidos como a Glicina (principal na síntese endógena de creatina) são indispensáveis. Já no primeiro, alguns dos fatores podem ser o consumo simultâneo de Waxy Maize, o consumo da própria maltodextrina e, recentemente sendo muito utilizado, o glicerol, o qual parece, entre todos ser o melhor. E é óbvio que a Image Sports não poderia se esquecer de acrescentá-lo no produto.

O glicerol ainda, é associado com uma melhor hidratação no músculo, fazendo com que haja não só mais nutrientes no local, possibilitando maior fornecimento de substratos para suas necessidades, mas também, além de, junto a Taurina, aminoácido esse também adicionado em ATP promover uma maior volumização celular, em especial, da musculatura esquelética.

Por fim, contamos com três ingredientes bastante interessantes na diminuição da fadiga muscular: A Betaína, auxiliando no pH, a Glutamina, que além de promover esse benefício, auxilia na digestão, no sistema imunológico, no anticatabolismo, na recuperação muscular e na síntese de glicogênio e o gengibre que, auxilia a acelerar o metabolismo como um todo, principalmente através de suas propriedades termogênicas.

ATP é apresentado em embalagens que rendem 30 porções, no sabor de ponche de frutas. Deve-se ingerir apenas um scoop (porção) do produto antes, durante ou após a atividade física, respeitando suas necessidades individuais.

ATP é um suplemento apenas comercializado nos Estados Unidos, portanto qualquer pessoa do mundo que quiser comprar, terá de importar, e no Brasil não é diferente. Caso tenha gostado do produto, clique aqui para comprá-lo.

Você ainda acha que a síntese de ATP é algo demorado?

Artigo escrito por Marcelo Sendon

Comentários fechados.

Os comentários para este post foram encerrados.