EPIQ Ripped: um termogênico com qualidade impecável da EPIQ


Review suplemento termogênico EPIQ Ripped

Simples, prático, eficaz, com ingredientes relevantemente eficazes, apesar da simplicidade e, com um grau de qualidade impecável. Essas são as principais características e primárias descrições sobre este, que é um termogênico não comercializado no Brasil, como a maioria dos existentes, mas que, sem sombra de dúvidas é uma ótima opção para quem puder adquirir. Falo de EPIQ Ripped, produto designado pela EPIQ a qual, por sua relevante não saliência no mercado possui uma gama grande de suplementos dos mais diversos, porém, especialmente dedicados ao auxílio na redução da gordura corpórea e também ao aumento da performance atlética.

Mas, disse eu anteriormente que, sem sombra de dúvidas essa poderia ser uma ótima opção de escolha de termogênico, não é mesmo? E, essa afirmação é evidente, na medida em que, o produto é conveniente, desde os mais sensíveis a estimulantes, por não conter uma quantidade absurda destes compostos e, ao mesmo tempo, não deixa de perder sua eficácia e potência na queima de gordura, visto as ações metabólicas que o produto possibilita. Como isso é possível? Vamos conhecê-lo melhor!

EPIQ Ripped combina primariamente em seu blend o extrato de pimenta caiena, riquíssimo em capsicum, o qual promove uma alta termogênese no corpo. Esse aumento da temperatura corpórea, faz com que os processos metabólicos se tornem mais rápidos, otimizando a utilização da energia e, consequentemente da queima de gordura também.

A termogênese ainda, é associada com o aumento de performance. Obviamente, níveis corpóreos muito elevados, não são benéficos e, em tempo, prejudiciais. Mas, quando há um pequeno aumento na temperatura (leia-se pequeno como “suficiente”), os benefícios e a performance física tendem a ser otimizados, justamente por esse metabolismo acelerado.

Juntamente com a cafeína e o extrato de café verde, não só a termogênese é garantida, mas, a diurese e, principalmente o estímulo às catecolaminas, que sinalizarão para que a lipólise ocorra são evidentemente claras. Assim, imagine que todo esse processo acontecerá, de uma maneira rápida e solicitando o máximo de energia de seu corpo.

Embalagem do suplemento EPIQ Ripped

Contendo ainda, cinco dos ingredientes que hoje são largamente utilizados na redução da gordura corpórea, sendo o primeiro deles a epigalocatequina, substância essa encontrada no extrato do chá verde e responsável por maior oxidação de lipídios, pela diminuição da absorção energética intestinal e também pela mesma absorção, mas, relacionada com o sódio, a Ioimbina que, inclusive é utilizada em tratamentos estéticos caríssimos, a eliminação da gordura corpórea se torna ainda maior, as cetonas de framboesas, que parecem estimular a lipólise também e, vem apresentando ótimos resultados, a L-Carnitina Tartarato, que é melhor absorvida pelo corpo e, tem a função de transportar os ácidos graxos para dentro da célula e da mitocôndria, possibilitando a beta-oxidação destes e, por fim a Raíz de Dandelion que é antioxidante, anti-inflamatório (dificultando assim a síntese de alguns lipídios) e auxilia na produção de bile, favorecendo a desintoxicação do corpo.

EPIQ Ripped ainda, apresenta benefícios, tais quais a não presença de corantes artificiais, a limpeza de impurezas de sua matéria, legalização total e certificado cGMP.

EPIQ Ripped, o suplemento da nova geração da queima de gordura é apresentado em embalagens de 120 cápsulas, rendendo um total de 45-60 porções, sendo que, deve-se usar inicialmente 1 comprimido por dia e não ultrapassar 2. Estes, devem ser consumidos 30-60 minutos antes de uma ou duas das principais refeições, preferencialmente as primárias, como café, almoço e janta.

Infelizmente como dito no inicio do artigo, este ótimo suplemento não possui sua venda autorizada no Brasil, mas para quem gosta de bons suplementos pode-se importar e receber em sua casa.

Fórmula completa do termogênico EPIQ Ripped:

Fórmula completa do suplemento EPIQ Ripped

E então, o que espera para obter o máximo da simplicidade?

Artigo escrito por Marcelo Sendon

Comentários fechados.

Os comentários para este post foram encerrados.